Mais amor por favor surge em 2009, através do artista visual Ygor Marotta, nas ruas da maior metrópole do Brasil, São Paulo. A partir de pixos em muros e tapumes espalhados pela cidade, o movimento ganhou força pelo simples pedido capaz de fazer as pessoas se permitirem a fazer uma pausa em suas rotinas aceleradas para pensar a respeito de toda agressividade, indiferença e velocidade vivida no dia a dia dentro de uma cidade tão grande.

O observador se surpreende com o conteúdo da frase, enxerga aquilo como um apelo e não deixa passar em branco. Escrito com letra cursiva, a mensagem se diferenciava dos demais pixos. Pouco tempo depois estava estampada em lambe lambes, impressos em letras de madeira que também se fixaram pelos muros e ruas de São Paulo, disseminando cada vez mais a mensagem.

Através da internet, o movimento ficou conhecido internacionalmente e com o passar dos anos a frase correu por outras cidades do Brasil, América Latina,  e Europa. Hoje em dia o movimento é uma respeitável pauta para a discussão sobre a necessidade de se viver coletivamente, empoderando as qualidades de cada um para uma vida em comunidade.

O movimento mais amor por favor é, hoje, inspiração para poesia, música, fotografia e também um considerável motivo para um sorriso e um abraço. Não se trata somente do amor nutrido por uma pessoa a outra, e sim do amor idealizado no sentido de responsabilidade, respeito e educação. É a atenção, a afeição, a gentileza, o querer bem.

Bons Pensamentos

É a lojinha oficial do movimento “Mais amor por favor“, e vem como uma plataforma para tornar este movimento auto-sustentável. Cada poster ou camiseta do movimento vendida apoia diretamente a expansão desta intervenção urbana.

bons pensamentos